FÃS DE ELVIS, QUEREMOS SUA OPINIÃO!

Responda nosso rápido formulário sobre um possível evento Elvístico em Porto Alegre (RS). Use a barra lateral ou scroll down para ver todas as perguntas. Não esqueça de clicar em ENVIAR ao terminar. Agradecemos a colaboração.

I'VE GOT TO FIND MY BABY!

Let's Be Friends: Astros de Live a Little, Love a Little

Abaixo listamos os principais astros envolvidos na produção de "Viva Um Pouquinho, Ame Um Pouquinho" (1968) e seus atuais paradeiros.

________________________________________________________________________________

MICHELE CAREY

Carey nasceu em 26 de fevereiro de 1943, em Annapolis, Maryland, onde seu pai trabalhava como instrutor de wrestling na Academia Naval dos EUA. Sua família logo se mudou para Rochester, Minnesota, para que seu pai pudesse continuar seus estudos de medicina. Em tenra idade Michele provou ser um prodígio do piano; ela ganhou um concurso nacional no Festival de Música de Chicago, aos 13 anos, e se apresentou com a Orquestra Sinfônica de Rochester. A família de Carey, eventualmente, mudou-se para Fort Collins, Colorado, onde seu pai trabalhava como médico.

Enquanto estudava na Fort Collins High School, ela teve um casamento rápido que gerou filho. Depois de se formar, mudou-se para Los Angeles em 1964 com seu filho para seguir a carreira de modelo. Carey fez sucesso nela, mas estava mais interessada em atuar. Ajudada por sua beleza, ela logo chamou a atenção dos produtores de Hollywood e já em 1964 fez suas primeiras aparições na televisão.

Michele Carei atuou em seu primeiro grande filme, "El Dorado", em 1966, ao lado de John Wayne, Robert Mitchum, e James Caan. Ela então co-estrelou "Viva Um Pouquinho, Ame Um Pouquinho" com Elvis, em 1968, e "O Mais Bandido dos Bandidos", com Frank Sinatra, em 1971. Na televisão ela fez papéis como convidada especial em séries como "Gunsmoke" (1972), "O Homem de Seis Milhões de Dólares" (1973) e "Starsky e Hutch" (1975). Desaparecendo de vista no final dos anos 1970, Carey encenou um breve retorno em meados dos anos 1980 em "À Sombra do Kilimanjaro" (1986), mas decidiu aposentar-se de vez. A atriz vive atualmente em Maryland em tem 72 anos de idade.


DICK SARGENT

Nascido Richard Stanford Cox em Carmel-by-the-Sea, Califórnia, em 19 de abril de 1930, Dick frequentou a Academia Militar San Rafael antes de se formar em Teatro na Universidade de Stanford. Sargent foi figura marcada em centenas de produções desde sua estréia no cinema em "Prisioneiro de Guerra" (1954). Suas maiores contribuições foram para a televisão, onde viveu diversos personagens em séries de sucesso.

No cinema, Sargent tem poucas mas memoráveis aparições, como em "Anáguas À Bordo" (1959), com Cary Grant e Tony Curtis, e "Viva Um Pouquinho, Ame Um Pouquinho" com Elvis. Mais tarde, ele viveu Darrin Stephens na série "A Feiticeira" (1964-1972) durante as quatro últimas temporadas. Seus papéis posteriores incluíram participações em filmes como o hardcore de terror "Clonus" (1979) e o personagem principal na série "Down to Earth" (1984-1987).

Ao longo da década de 1980, ele se juntou à atriz Sally Struthers como um defensor do Fundo Cristão para Crianças. No National Coming Out Day de 1991, Sargent declarou publicamente sua homossexualidade e apoiou as questões dos direitos dos homossexuais. Sua saúde precária nos anos seguintes e um câncer de próstata diagnosticado em 1989 levaram muitos a assumir que o ator tinha AIDS, o que ele desmentiu várias vezes.  Em junho de 1992, Sargent foi o Grande Mestre de Cerimônias do desfile do Orgulho Gay de Los Angeles junto com a atriz Elizabeth Montgomery.

Depois de seu diagnóstico, os médicos estavam inicialmente otimistas de que ele poderia ser tratado; no entanto, a doença continuou a se espalhar e no início de 1994, ele se tornou seriamente doente. Sargent, que vivera toda sua vida com seu parceiro, Albert Williams, morreu em decorrência da doença em 8 de julho de 1994, aos 64 anos de idade.


RUDY VALLÉE

Rudy Vallée nasceu Hubert Prior Vallée em Island Pond, Vermont, em 28 de julho de 1901. Em 1917, ele decidiu se alistar para a Primeira Guerra Mundial, mas foi rejeitado quando as autoridades da Marinha descobriram que ele tinha apenas 15 anos. Depois de tocar bateria em sua banda escolar, Vallée tocou clarinete e saxofone em várias bandas em torno da Nova Inglaterra e foi integrante oficial do Hotel Savoy Havana, em Londres, de 1924 a 1928.

Ele então retornou para os Estados Unidos para obter um diploma em filosofia na Yale, antes de formar sua própria banda, a "Rudy Vallée and the Yankees from Connecticut". Com essa banda, ele começou relutantemente a cantar e acabou sendo descoberto por um produtor que lhe presenteou imediatamente com um contrato de gravação, colocando-o entre os principais nomes do rádio ainda em 1928. Vallée tornou-se o mais proeminente, e sem dúvida o primeiro, de um novo estilo de cantor popular, o crooner.

Em 1929, Vallée fez seu primeiro longa-metragem, "O Amante Vagabundo", para a RKO Radio. Seus primeiros filmes foram feitos para ganhar dinheiro com o seu canto popular, e sua atuação só foi mais notada no final dos anos 1930. Os mais de 20 anos seguintes foram totalmente dedicados a seus discos e o cinema, fazendo algumas poucas aparições na TV em programas e séries. De fato, "Viva Um Pouquinho, Ame Um Pouquinho" foi o último filme do qual participou como um dos personagens principais, aparecendo depois em somente mais cinco filmes. Na TV, Vallée fez aparições em séries até 1984, quando deixou a atuação e a música para se aposentar. Vallée morreu de câncer em sua casa em 3 de julho de 1986, aos 84 anos.


CELESTE YARNALL

Nascida em 26 de julho de 1944, Yarnall teve uma proeminente carreira na televisão a partir de 1964, quando ganhou o concurso nacional Miss Rheingold, com 20 milhões de votos. Isso levou a numerosos papéis na TV, em séries como "Heróis de Hogan", "Bonanza", "Terra de Gigantes", "O Homem da U.N.C.L.E." e a seu papel mais memorável, a Yeoman Landon na série "Jornada nas Estrelas" (1966-1969), em 1967. No ano seguinte, foi uma das co-estrelas de "Viva Um Pouquinho, Ame Um Pouquinho" com Elvis.

Embora Celeste tenha alguns papéis no cinema dos anos 1970, ela começou a se concentrar em outras coisas. Em 1979, abriu seu próprio negócio imobiliário, especializado em ajudar principalmente as empresas de entretenimento a alugar ou comprar edifícios de escritórios. Hoje, Celeste tem Ph.D. em Nutrição Animal e vários livros sobre o assunto. Ela agora tem sua própria linha de produtos para animais disponíveis através de seu website, e um site oficial onde é possível encomendar fotos autografadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!

LEMBRE-SE: Não postaremos mensagens com qualquer tipo de ofensa e/ou palavrão.

Postagens populares