FÃS DE ELVIS, QUEREMOS SUA OPINIÃO!

Responda nosso rápido formulário sobre um possível evento Elvístico em Porto Alegre (RS). Use a barra lateral ou scroll down para ver todas as perguntas. Não esqueça de clicar em ENVIAR ao terminar. Agradecemos a colaboração.

I'VE GOT TO FIND MY BABY!

Let's Be Friends: Astros de Viva Las Vegas

Abaixo listamos os principais astros envolvidos na produção de "Amor À Toda Velocidade" (1964) e seus atuais paradeiros. ________________________________________________________________________________

ANN-MARGRET

Nascida em Estocolmo, Suécia, em 1941, Ann-Margret Olsson começou a estudar dança e canto em 1949, demonstrando enorme talento. Sua carreira na música e cinema foi pessoalmente impulsionada por Marilyn Monroe em 1959, quando a atriz notou sua estonteante figura durante as gravações de "Os Desajustados" e a chamou para uma conversa particular em seu camarim.

Seu grupo musical, The Suttletones, já fazia um bom sucesso nos clubes noturnos de Los Angeles e aquele incentivo os fez mudar para Las Vegas, onde entraram diretamente para o grupo de artistas contratados do The Dunes, que contava com Tony Bennett e Al Hirt, entre outras grandes estrelas. Em 1961, aos 20 anos, Ann-Margret tinha George Burns como mentor e entrou para o seleto grupo de artistas contratados pela RCA.

Seu canto diferenciado, com uma voz rouca e cheia de estilo, fizeram com que a RCA pedisse que ela gravasse algumas canções de Elvis Presley para capitalizar com uma campanha que a venderia como "a versão feminina de Elvis". Seu primeiro disco, "And Here She Is: Ann-Margret", foi um sucesso moderado e contou com a participação de Chet Atkins na guitarra e The Jordanaires nos backing vocals. A carreira na música enfraqueceu em 1966, quando saiu da RCA, mas nunca deixou de existir. Uma tentativa de retorno total à música viria em 1979, mas foi abortada devido a seus trabalhos extensivos com cinema e TV. Em 2001 Ann-Margret voltou exclusivamente à música mostrando que não havia perdido o ritmo e gravando "God Is Love: The Gospel Sessions", trabalho que lhe rendeu um Grammy e um Dove por Melhor Álbum Gospel do Ano.

Em 1961 a cantora tornou-se também atriz, fazendo seu debut em "Pocketful of Miracles", ao lado de Bette Davis. Seu papel mais autobiográfico veio em 1966, com "The Swinger", onde pilota uma moto Triumph T100C Tiger de 500cc. Margret é apaixonada por motos e só parou de pilotar em 2000, aos 59 anos, quando quebrou três costelas após um acidente de moto enquanto andava por sua propriedade em Minnesota.

Entre seus 90 trabalhos para o cinema e TV, os mais lembrados são os filmes "Bye, Bye Birdie" (1963), "Viva Las Vegas" (1964), "The Cincinatti Kid" (1965), "Carnal Knowledge" (1971) e "Tommy" (1975), além das séries "The Ann-Margret Show" (1968), "Here's Lucy" (1970), "Scarlett" (1994) e "CSI" (2010).

Em 1994, Ann-Margret admitiu publicamente estar lutando contra o alcoolismo. No ano seguinte figurou na lista das 100 Atrizes Mais Sexy da História, ficando com o 10º lugar. A cantora e atriz tem 72 anos e ainda trabalha com música, cinema e TV.


CESARE DANOVA

Cesare Deitinger nasceu na Itália de 1926 e adotou o sobrenome Danova quando se tornou ator em Roma após a Segunda Guerra Mundial. Cesare foi para os EUA em 1955 para filmar "Don Giovanni", chamando a atenção da MGM, que o contratou em 1956.

Mas sua grande oportunidade só viria em 1963, quando fez parte do elenco principal de "Cleópatra", ao lado de Elizabeth Taylor, Richard Burton em Rex Harrison. No ano seguinte, Danova apareceria ao lado de Elvis Presley e Ann-Margret em "Amor À Toda Velocidade" e encerraria sua carreira no cinema.

De 1965 a 1992 o ator se dedicou à TV, aparecendo em "Daniel Boone" (1964 - 1970), "As Panteras" (1976 - 1981), "A Ilha da Fantasia" (1977 - 1984), "Casal 20" (1979 - 1984), "Missão: Impossível" (1988 - 1990) e "In the Heat of the Night" (1988 - 1995).

Cesare Danova morreu em 19 de março de 1992, aos 66 anos, após ter um ataque cardíaco durante uma reunião no Comitê de Filmes de Língua Estrangeira de Hollywood.


WILLIAM DEMAREST

Demarest nasceu em 1892 e desde criança se interessou pela atuação, fazendo parte do Vaudeville. Sua carreira cinematográfica começou em 1926 e se estendeu até 1972, com mais de 140 filmes. O ator conseguiu estabilidade na carreira com o diretor Preston Sturges, que frequentemente usava os mesmos atores em diversos filmes seguidos. Demarest fez parte do elenco de "The Jazz Singer" (1927), o primeiro filme com som e diálogos falados.

Na TV o ator teve sua própria série, "Love and Marriage", entre 1959 e 1960. De 1965 a 1972, viveu seu personagem mais lembrado, o Tio Charlie O'Casey na série "My Three Sons". Seu último trabalho foi o filme para TV "Não Tenha Medo da Escuridão", filmado em 1972 e lançado no ano seguinte.

O ator morreu devido a um câncer de próstata e complicações do mesmo geradas por uma pneumonia em 1983, aos 91 anos.

Postagens populares