FÃS DE ELVIS, QUEREMOS SUA OPINIÃO!

Responda nosso rápido formulário sobre um possível evento Elvístico em Porto Alegre (RS). Use a barra lateral ou scroll down para ver todas as perguntas. Não esqueça de clicar em ENVIAR ao terminar. Agradecemos a colaboração.

I'VE GOT TO FIND MY BABY!

Let's Be Friends: Astros de Frankie And Johnny

Abaixo listamos os principais astros envolvidos na produção de "Entre a Loura e a Ruiva" (1966) e seus atuais paradeiros. ________________________________________________________________________________

DONNA DOUGLAS

Nascida Doris Smith em 1933, Donna casou-se cedo, aos 16 anos, e se dedicou primeiramente à carreira de modelo, sendo eleita Miss New Orleans em 1957. Após se mudar para Nova York, começou a estudar a arte da atuação e fez suas primeiras tímidas aparições na TV entre 1957 e 1959, frequentemente como ajudante de palco de programas de variedades.

Hal Wallis, produtor de diversos filmes de Elvis, foi o primeiro a convidá-la para ser atriz coadjuvante em uma produção cinematográfica no filme "Calvário da Glória" (1959), no qual contracenou com Dean Martin. Sua carreira despontou, no entanto, na televisão a partir de 1960, fazendo aparições em séries famosas da época como "Rota 66" (1960-1964).

Douglas tornou-se uma estrela reconhecida em 1962, quando assumiu o papel de Elly May Clampett na mundialmente famosa série "A Família Buscapé" (1962-1971). De fato, "Entre a Loura e a Ruiva" foi filmado durante as férias do elenco em 1965. O filme pouco ajudou em sua carreira cinematográfica, a qual não ia muito bem porque os produtores e diretores só queriam escalá-la para papéis parecidos com sua personagem caipira. Em 1982, Douglas resolveu se dedicar à carreira de cantora Gospel, mas sem muito sucesso e lançando somente quatro álbuns. Outra tentativa de carreira foi a de corretora de imóveis, que também não rendeu frutos.

Donna casou-se duas vezes e tem somente um filho do primeiro casamento. Desde a década de 1990, ela se dedica a cantar Gospel e discursar em igrejas dos EUA. Em 1993, a atriz moveu ação contra a Disney, Whoopi Goldberg, Bette Midler e seus representantes, alegando que o filme "Mudança de Hábito" plagiava um livro lançado em parceria com um amigo. Em 2011, outra ação polêmica envolveu a TV CBS, portadora dos direitos sobre "A Família Buscapé", e a Mattel, famosa fabricante de brinquedos, em razão do lançamento da Barbie versão Elly May, a qual Douglas afirmou nunca ter dado permissão para o uso de sua imagem ou personagem. Donna Douglas morreu em 1º de janeiro de 2015 aos 82 anos.


SUE ANE LANGDON

Nascida em Paterson, New Jersey, em 1936, Sue Ane era filha da soprano Grace Lookhoff e cresceu no meio musical. Sua estréia na TV se deu em 1955, quando interpretou a esposa do personagem de Jackie Gleason em "The Honeymooners" (1955-1956). Aos 25 anos de idade, teve sua primeira chance no cinema em "O Grande Impostor" (1961), com Tony Curtis.

A atriz fez participações em diversas séries como "The Andy Griffith Show", "Gunsmoke", "Perry Mason", "Bonanza" e "Happy Days". Esses trabalhos que demonstravam seus talentos lhe renderam papéis principais no cinema em "Ginetes Intrépidos" (1965), "Maridos em Férias" (1967), e outros, além de "Sublime Loucura" (1966), que lhe rendeu um ensaio na Playboy. Com Elvis, a atriz contracenou em "Carrossel de Emoções" (1964) e "Entre a Loura e a Ruiva".

Sue Ane casou-se com o diretor Jack Emrek em 1959 e permaneceu com ele até sua morte em 2010. Ela aposentou-se em 1991 para cuidar da saúde e da família e atualmente, aos 80 anos, vive em seu rancho em San Fernando Valley, Califórnia.


NANCY KOVACK

Nascida em Michigam em 1935, Kovack se interessou em atuar quando foi para Nova York e tornou-se uma das assistentes de Jackie Gleason. Ela apareceu em várias séries de TV, incluindo "Jornada Nas Estrelas", "A Feiticeira", "Jeannie É Um Gênio", "Batman" e "Os Invasores".

Com o perfil em ascensão, Kovack começou a ganhar papéis em filmes de Hollywood, mais notavelmente em "Jasão e os Argonautas" (1963), "Diário de Um Louco" (1963), com Vincent Price, "Os Fora-da-Lei" (1965), com Os Três Patetas, "Sylvia" (1965) e "Entre a Loura e a Ruiva".

Na Broadway, ela apareceu em The Disenchanted. Seu último papel no cinema foi em "Sem Rumo no Espaço" (1969), um drama de ficção científica. No mesmo ano, casou-se com o maestro Zubin Mehta, então diretor musical da Filarmônica de Los Angeles, e mais tarde diretor musical da Filarmônica de Nova York. Atualmente, Nancy Mehta, de 81 anos, dedica-se somente a seguir os passos de seu marido em diversos locais do mundo onde é contratado como regente de orquestras famosas como a de Munique, Valência e Israel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!

LEMBRE-SE: Não postaremos mensagens com qualquer tipo de ofensa e/ou palavrão.

Postagens populares