I'VE GOT TO FIND MY BABY!

Um Elvis Mais Sério e Violento: King Creole

KING CREOLE (EUA, 1958)

Título brasileiro: Balada Sangrenta
Gravação:
Janeiro - março de 1958
Lançamento:
2 de julho de 1958
Duração:
116min
Produtora:
Paramount Pictures
Orçamento:
US$ 1.500,000
Arrecadação:
US$ 3,5 milhões
Elenco principal:
Elvis Presley
Carolyn Jones
Walter Matthau
Dolores Hart
Dean Jagger
Liliane Montevecchi
Vic Morrow
Paul Stewart
Trilha sonora:
"Hard Headed Woman" (single)
[b/w "Don't Ask Me Why"]
(10 de junho de 1958
"King Creole Volume 1" (EP)
15 de julho de 1958)
"King Creole Volume 2" (EP)
(29 de julho de 1958)
"King Creole" (LP)
(10 de agosto de 1958)
"King Creole" (CD)
(FTD - 2010, 2015)


Em fevereiro de 1955 o  produtor Hal Wallis fizera um caro investimento de US$ 25 mil dólares para comprar os direitos de "A Stone For Danny Fisher", história que transformaria em filme e ofereceria o papel principal a James Dean ou Ben Gazzarra. Dean morreu antes mesmo de ser contatado e Gazzarra nem chegou a saber que era cotado para o papel na época. Após uma bem sucedida apresentação da história no teatro em janeiro de 1957, o nome de Elvis Presley começou a ser sondado. Com o contrato fechado, o personagem Danny Fisher foi modificado para se adaptar a Elvis. Danny passou a ser cantor ao invés de boxeador e a história foi ambientada em New Orleans ao invés de New York.

Wallis escolheu Michael Curtiz para dirigir a produção porque confiava no diretor e já haviam trabalhado juntos em clássicos como "Casablanca" (1942). Curtiz decidiu filmar em preto e branco para dar mais dramaticidade e um ar noir ao filme, adicionou atores coadjuvantes experientes, como Walter Matthau (Delírio de Loucura, 1956) e Carolyn Jones (mais conhecida como Mortícia Addams do seriado A Família Addams, 1964-1966), e pediu a Elvis que emagrecesse 8 quilos e tirasse as suíças (o que ele fez). Mas em 20 de dezembro de 1957 a produção se viu praticamente fadada ao esquecimento quando Elvis foi chamado para servir o exército. A Paramount trabalhou duro para conseguir o adiamento da convocação para março de 1958.

Elvis e o elenco feminino do filme


As filmagens começaram em 20 de janeiro de 1958 e se estenderam até 12 de março. Foram usadas duas locações reais (a cidade de New Orleans e o lago Pontchartrain) e algumas poucas cenas foram gravadas nos estúdios da Paramount na California. Enquanto filmava em New Orleans, Elvis tinha que trocar o local onde morava por várias vezes para evitar a aglomeração de fãs. Como era muito difícil de se conseguir privacidade em uma cidade que sabia quem estava filmando ali, a produção colocou todos os atores e membros da equipe no décimo andar do hotel Beverly Wilshire.

A estréia do filme se deu no Loew's State Theater, em New York, no dia 2 de julho de 1958. A produção ficou em 5º lugar em arrecadação por várias semanas e recebeu críticas positivas de diversos colunistas, embora alguns poucos achassem que Elvis não era páreo nem deveria ter sido colocado no meio de tanta gente talentosa.

Elvis e Walter Matthau em cena do filme


TRILHA SONORA

Em 10 de julho de 1958 a RCA lançou um single contendo "Hard Headed Woman" e "Don't Ask Me Why", sendo que a primeira alcançou o 1º lugar nas paradas e a segundam o 25º. A gravadora também lançou todo o conteúdo da trilha sonora em dois EPs nos dias 15 e 29 de julho.

A influência musical de King Creole foi tanta que 10 anos depois, no especial da CBS de 1968, um dos grandes sucessos foi a primeira versão ao vivo (embora não seja mostrada no programa) de "Trouble".




Dez semanas após o lançamento do filme, finalmente o LP com todas as músicas contidas na produção é lançado pela RCA. Gravado em 4 sessões no Radio Recorders, o álbum contém músicas estritamente escritas para o filme. O LP ficou em 2º lugar nas paradas por algumas semanas e recebeu o certificado de Ouro em 1999.

Em 1997 e em 2005 foram lançadas versões em CD do álbum contendo takes alternativos e versões undubbed. Nessa época também foi trazida a público pela primeira vez em CD a música "Danny", que foi escrita para o filme mas nunca usada. Em 2010 e 2015, a FTD lançou todo o conteúdo disponível da produção.




_________________________________________________________________________________________________________________

ESTRELAS COADJUVANTES


WALTER MATTHAU

Walter se interessou pela atuação ainda quando criança nos anos 20 e depois da 2ª Guerra Mundial se dedicou ao cinema, tendo feito seu primeiro grande papel em em 1955. Em 1958 Matthau já era bem conceituado no cinema.

Sua carreira se estendeu por 52 anos e contabilizou 96 trabalhos em cinema, teatro e televisão. No final da carreira Matthau ficou muito conhecido pelas comédias que fazia ao lado de seu grande amigo Jack Lemmon. Walter Matthau morreu em 2000, aos 79 anos, após um ataque cardíaco fulminante.


CAROLYN JONES

Carolyn começou sua carreira em 1952 e chegou a 1958 já sendo muito cotada e candidata a um Oscar e um Globo de Ouro. Embora tenha feito 34 filmes e mais de 50 aparições em séries de TV, seu papel mais conhecido é Mortícia Addams, do seriado A Família Addams (1964 - 1966), pelo qual ganhou um Globo de Ouro.

Jones descobriu que tinha um câncer no cólon em 1981, doença que se alastrou rapidamente. Mesmo em meio a terríveis dores a atriz ainda trabalhou até sua morte em 1983, aos 53 anos.


DEAN JAGGER

Jagger começou a carreira ainda nos anos 20, tendo sua primeira grande oportunidade em 1937 e ganhando um Oscar em 1949 por sua atuação em Almas Em Chamas. Sua carreira, que durou  58 anos, se baseou em filmes de faroeste, guerra e dramas como King Creole.

Nos anos 70 e 80 o ator passou a aparecer em filmes B geralmente de terror ou catástrofe. Seu último filme foi "A Cidade Maldita", um terror quase trash sobre um homem que chega a uma cidade pacata e descobre que um cientista louco planeja montar um exército de zumbís.

Dean Jagger trabalhou como estoquista, vaudeville e teatro antes de seu primeiro filme em 1929. O ator morreu em 1991, aos 87 anos, de insuficiência cardíaca.

LILIANE MONTEVECCHI

Nascida em 13 de outubro de 1932, a atriz e bailarina franco-italiana começou sua educação em dança aos 8 anos de idade no Opera de Paris. Aluna dos principais nomes da dança, ela recebeu a honra, em 1949, de dançar na coroação de Rianier III, Príncipe de Mônaco, em Monte Carlo.

Sua carreira internacional começou em 1955 com um contrato com a MGM, sendo um dos seus filmes mais conhecidos "Papai Sabe Tudo" (1955), com Fred Astaire. Depois de Elvis em 1958, a atriz passou a ser chamada para participar de séries e peças de teatro consagradas, como "Gigi" e "Hello, Dolly!".

Em 2012 ela estrelou sua própria peça em diversas cidades dos EUA com bastante sucesso. Em janeiro de 2017, recebeu o Lifetime Achievement Award do Ziegfeld Society of New York City. Liliane tem 84 anos e continua dançando e atuando.

VIC MORROW

Nascido Victor Morozoff em 14 de fevereiro de 1929, no bairro do Bronx em Nova York, ele abandonou o colégio aos 17 anos para se alistar no exército. Em 1958 Vic casou-se com a atriz e roteirista Barbara Turner, com quem teve duas filhas, a mais famosa sendo a atriz Jennifer Jason Leigh.

Morrow é mais conhecido pela série "Combate!" (1962-1965). O ator morreu em 23 de julho de 1982, aos 53 anos, quando um helicóptero caiu sobre ele e duas atrizes devido a um acidente pirotécnico durante as filmagens de "Além da Imaginação: O Filme" (1983).

PAUL STEWART

Paul Stenberg nasceu em 13 de março de 1908 em Manhattan, fez escola pública e terminou uma universidade, formando-se em Direito. Apesar disso sua verdadeira aptidão era para o teatro, começando a estudar atuação em 1925. Seu debut na Broadway se deu em 1930 e no cinema, no ano seguinte. Sua associação com Orson Welles rendeu grandes obras como a transmissão radiofônica de "Guerra dos Mundos" em 1938, que causou terror na população dos EUA, e o filme "Cidadão Kane" (1941).

Seu sucesso seguiu aumentando nos anos seguintes em produções para o teatro, séries de TV e filmes cinematográficos como "King Creole" (1958), "Além da Imaginação" (1959-1964), "O Dia do Gafanhoto" (1975) e "MacGyver" (1985-1992). Paul Stewart morreu em 17 de fevereiro de 1986, aos 77 anos.




_______________________________________________________________________________________________________________

Postagens populares