ATENÇÃO AMIGOS SEGUIDORES E VISITANTES!

Das 23:00 de 30 de dezembro de 2017 às 23:59 de 4 de março de 2018 o site estará passando por manutenção e atualização de conteúdos.

Agradecemos sua compreensão caso algum conteúdo esteja indisponível neste período.

O Elvis Presley Index, seu dono e administradores desejam a todos um Feliz e Próspero Ano Novo!

I'VE GOT TO FIND MY BABY!

Silver Screen Stereo (CD - FTD, 2001)

Título:
Silver Screen Stereo
Selo:
FTD
Formato:
CD
Número de faixas:
26
Duração:
71:30
Tipo de álbum:
Disco comum
Vinculado a:
Discografia FTD
Ano:
2001
Gravação:
1957 a 1968
Lançamento:
18 de novembro de 2001
Singles:
---


Silver Screen Stereo foi apenas o décimo quarto CD lançado pela Follow That Dream (FTD) no longínquo ano de 2001. Recheado de takes alternativos de canções gravadas para trilhas sonoras de diversos filmes entre 1957 e 1968, o trabalho se propõe a ser um "Out In Hollywood Volume 2", por assim dizer, trazendo faixas com a mais alta qualidade de áudio possível e raridades que ficaram por anos fora do alcance dos fãs.

Em termos de conteúdo, o único pecado da FTD foi não disponibilizar um livreto junto ao CD. Porém, é compreensível que a gravadora tenha feito isso, uma vez que o material abrange um espaço de 10 anos e outros trabalhos da época, como "Ester Special", já havia trazido muitas fotos e raridades que não seriam bem vindas se repetidas em lançamentos próximos.

Abaixo segue a resenha do material disponibilizado no CD.
_________________________________________________________________________________________________________________

RESENHA: SILVER SCREEN STEREO (FTD, 2001)

1. Loving You (Fast Version - Take 14) - O CD começa em 1957 com a trilha de "Loving You" e uma versão que se tornou rara depois da caixa da RCA em 1992, a qual ganha novos acordes aqui e soa mais brilhante. A bateria e o piano são notáveis acima de todos os instrumentos, o que parece ser extremamente certo para o ritmo.

2. Jailhouse Rock (Take 5) - Novamente notamos a bateria e o piano bastante presentes, com ênfase na guitarra de Scotty Moore para a canção-título de "Jailhouse Rock". A voz de Elvis ainda está esquentando, mas seu alcance é excelente.

3. Don't Leave Me Now (Takes 16, 17 e 18) - Elvis produz uma versão excelente da canção, a qual nos deixa pensando se esta não deveria ter sido vendida ao invés do single original.

4. Tonight Is So Right For Love (Takes 1 e 2) - Pulamos para 1960 e Elvis entrega uma versão sólida da música usada na versão americana do filme "G. I. Blues" (na Europa a canção foi substituída por "Tonight's All Right For Love" devido a questões de direitos autorais.

5. Frankfort Special (Take 13) - O ritmo bem mais acelerado do que a versão do filme ou do Master é um toque bem vindo neste take.

6. Doin' the Best I Can (Take 3) - Mais lenta que o Master, a versão é melodiosa e cheia de novos instrumentos. Até certo ponto, esta deveria ser a que aparece no filme ou mesmo no LP.

7. Shoppin' Around (Take 1) - É apenas a primeira tentativa, mas Elvis já produz um clássico em que a bateria dita o ritmo da música e encanta.

8. Summer Kisses, Winter Tears (Takes 8 e 9) - Representando os ritmos indígenas e o filme "Flaming Star" de 1960, a percussão é trazida para a frente dos outros instrumentos. A clareza do áudio é magnífica.

9. In My Way (Take 1) - Uma versão bastante melodiosa para este clássico da trilha sonora de "Wild In the Country", de 1961.

10. Hawaiina Wedding Song (Take 1) - Talvez sejamos apaixonados por primeiros takes, mas novamente temos a impressão de que esta bem poderia ser a versão do filme "Blue Hawaii", também de 1961. Elvis pronuncia o ‘Ōlelo Hawai'i de forma magistral.

11. Island of Love (Takes 7 e 8) - Esta é uma adição bem-vinda, pois aqui recebemos essas tomadas pela primeira vez em estéreo. Elvis parece muito mais descontraído do que no Master (Take 13) e muito mais relaxado.

12. Angel (Take 2) -  Pulando para "Follow That Dream" em 1962,  esta é uma música bonita, mas sem novidades, pois todas as tomadas foram lançadas antes, em estéreo, em bootlegs, e em qualidades de som inferiores.

13. I Got Lucky (Master Alternativo - M5) - Ainda em 1962, a canção presente em "Kid Galahad" é cantada mais lentamente do que no Master (Take MX 2) e Elvis não canta o terceiro verso, tornando-a muito mais curta. Elvis quase tropeça na letra, e você pode ouvi-lo rir. Isso também é lançado aqui pela primeira vez em estéreo.

14. Home Is Where the Heart Is (Takes 13 e 14) -  Elvis tropeçando na primeira linha da música, também ouvido aqui pela primeira vez em estéreo. Esta tomada é cantada um pouco mais devagar do que no Master (Take 21), mas é tão boa quanto.

15. Riding The Rainbow (Take 1) - Elvis canta uma linha errada e percebe imediatamente, mas ele termina o take mesmo assim. Os backing vocals parecem sofrer um pouco para, mas novamente esta é outra versão lançada pela primeira vez em estéreo.

16. The Bullfighter Was A Lady (Master Alternativo)  - Esta é a versão ouvida no filme "Fun In Acapulco", de 1963, e tem um arranjo e tempo completamente diferentes do Master. Há de se notar que todos os outros títulos da trilha sonora (exceto "I Think I'm Gonna Like It Here") são idênticos à versão do Master presente no LP do filme, mas essa é completamente diferente e lançada aqui pela primeira vez.

17. I Think I'm Gonna Like It Here (Master Alternativo) - Novamente, ela é muito diferente da versão Master.

18. Viva Las Vegas (Takes 1 e 2) - Finalmente, recebemos algumas novas tomadas da canção-título do filme "Viva Las Vegas" de 1964, e chegamos a uma verdadeira joia. O Take 1 é fantástico e quando se escuta a introdução é impossível acreditar que seja a mesma música que todos conhecemos. Com os mais simples dos apoios e cantada em um ritmo muito mais lento, realmente parece uma música completamente diferente. Realmente seria ótimo que Elvis tivesse terminado essa tomada, mas ele estava tendo problemas com a letra neste ritmo. O Take 2 usa o mesmo arranjo e tempo do Master.

19. The Lady Loves Me  (Take 9) - Bastante semelhante ao Master (Take 10), esta tomada foi lançada em 2000 no mais novo CD de Ann-Margret.

20. You're The Boss (Take 3) -  Também lançada no CD de Ann-Margret, realmente soa bastante diferente do Master, já que é cantada de forma mais descontraída. O que é incrível sobre a canção é que, por muitos anos, a RCA negou que essa música tenha sido gravada. Então, obter uma tomada alternativa dela é fantástico.

21. Today, Tomorrow and Forever (Takes 3 e 4) - O que realmente recebemos é o Master (Take 4) com um false start. Este mix traz as maracas e a guitarra mais à frente, o que faz a música parecer um pouco diferente.

22. C'mon Everybody (Takes 1, 2 e 3) - As versões soam um pouco diferentes do Master (Take 5), pois são cantadas um pouco mais devagar e de forma muito mais relaxada. Elvis precisa pedir para ouvir a bateria quando precisa assobiar em uma parte da música, para não perder o tempo correto. Aqui também há um excelente final em ritmo de blues que emociona ao ouvir.

23. Kissin 'Cousins ​​(Hillbilly Overdub) - Bastante divertida de ouvir por si só, este é o vocal que foi adicionado a "Kissin 'Cousins" ​​para fazer parecer um dueto com dois Elvis na trilha do filme homônimo de 1964.

24. There Is So Much World to See (Master Alternativo) - Pulando para "Double Trouble" em 1967, esta canção foi lançado pela primeira vez em bootleg, mas foi retirado de um velho acetato. Por muito tempos e pensou que esta versão só existia em tal formato e que as fitas da sessão nunca foram entregues à RCA pela MGM, mas é ótimo que elas já tenham sido encontradas (ou entregues).

25. Clambake (Take 11 - incluindo reprise - Take 1) -  Uma versão da canção-título do filme homônimo de 1967, é ótima de se ouvir, principalmente porque Elvis morre de rir no estúdio e começa a cantar uma música diferente e a dizer palavrões, mostrando seu lado humano que a RCA tentou esconder por tantas décadas.

26. Almost (Take 11) - Ouvida no filme "The Trouble With Girls", não soa muito diferente da versão Master (Take 31), mas ainda é uma ótima adição a este CD.
_________________________________________________________________________________________________________________

VÍDEO (CD COMPLETO)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!

LEMBRE-SE: Não postaremos mensagens com qualquer tipo de ofensa e/ou palavrão.

Postagens populares