ATENÇÃO AMIGOS SEGUIDORES E VISITANTES!

Das 23:00 de 30 de dezembro de 2017 às 23:59 de 4 de março de 2018 o site estará passando por manutenção e atualização de conteúdos.

Agradecemos sua compreensão caso algum conteúdo esteja indisponível neste período.

O Elvis Presley Index, seu dono e administradores desejam a todos um Feliz e Próspero Ano Novo!

I'VE GOT TO FIND MY BABY!

The Lost Album: O Disco Que Nunca Existiu (RCA, 1991)

Título:
The Lost Album (AKA "For the Asking")
Selo:
RCA Victor
Formato:
CD
Número de faixas:
15
Duração:
32:00
Tipo de álbum:
Trilha sonora
Vinculado a:
Discografia oficial; Discografia extra, 1991
Ano:
1991
Gravação:
26, 27 e 28 de maio de 1963 / 12 de janeiro de 1964
Lançamento:
1991
Singles:
---


Em 1963 Elvis estava com sua carreira cinematográfica consolidada e as vendas de seus LPs, EPs e singles ainda estavam em alta. Trilhas sonoras haviam se tornado o foco da atenção nas sessões de gravação, deixando de lado trabalhos para LPs independentes em função das vendas exorbitantes das canções ouvidas nos filmes. Sem perceber, ao se utilizar dessa "mina de ouro", o Coronel e a RCA estavam escrevendo o capítulo inicial do que viria a ser uma queda brusca nas vendas e popularidade de Elvis dentro de dois anos.

O Rei do Rock, por sua vez, tinha grandes contribuições e ideias para gravar, mas sempre encontrando obstáculo nas negações de Parker e da RCA. Depois de muito brigar, Elvis conseguiu uma trégua e foi autorizado pelo Coronel a conduzir sessões para um novo álbum a ser lançado ainda naquele ano, o qual traria músicas de seu gosto ou que estivessem em evidência na época. Era um descanso das famigeradas canções melosas e sem sentido para os filmes e um grande avanço no poder de Elvis sobre sua carreira, embora por tempo limitado.

Com isso, Elvis foi até o RCA Studio B em Nashville, onde havia produzido diversas das pérolas do início de sua carreira. O time de músicos da casa era excelente, a oportunidade era excelente e as músicas eram, embora não todas, ótimas. Começando na noite do dia 26 de maio de 1963, o cantor fez duas sessões que produziram 14 músicas, mostrando que ele ainda tinha ritmo para produzir em massa e dentro dos padrões esperados pelos fãs. Destas sessões, Elvis tinha uma predileção e trabalhou com verdadeiro entusiasmo em "(You're the) Devil In Disguise", "Memphis Tennessee", de Chuck Berry, e "Ask Me", do italiano Domenico Modugno.

Foi na madrugada do dia 28 que as coisas mudaram de rumo. Depois do estrondoso sucesso do LP de "Fun In Acapulco", o Coronel estava convencido de que trilhas sonoras vendiam e venderiam infinitamente mais do que músicas avulsas e ordenou o abandono imediato do projeto. Foi um baque que mudaria a visão de Elvis sobre suas gravações e começaria a trazer sua derrocada musical naquele período. O cantor mostrou entender a situação, mesmo que na verdade estivesse totalmente desgostoso, mas era visível seu descontentamento. As trilhas medíocres gravadas a partir dali também o convenceriam de que o caminho seguido estava errado, mas não havia nada que mudasse a cabeça e a ganância de Parker e dos executivos da RCA.

As gravações daqueles dias foram posteriormente lançadas em singles e em LPs de compilações, mas sem o mesmo apelo que teriam se houvessem sido levadas ao mercado em um trabalho único. A Beatlemania e a Invasão Britânica também tinham um papel grande em tudo isso, uma vez que o público em geral passava a gostar mais daquele estilo de música, com ritmo e sem preocupação com as letras, do que as melodiosas canções quase sem ritmo que os americanos estavam fazendo. As vendas de Elvis começavam a despencar, com exceção de um sucesso aqui ou ali, a exemplo da trilha sonora de "Roustabout" em 1964.

Quando 1965 chegou, a popularidade de Elvis estava tão baixa que já gerava a dúvida sobre quanto mais sua carreira duraria. Os filmes não estavam fazendo sucesso suficiente, especialmente depois que os Beatles lançaram os seus próprios, as trilhas juntavam pó nas prateleiras das lojas e seus poucos singles afundavam nas paradas devido a todos esses fatores. Sem um single número 1 em muito tempo e com seu último LP independente em primeiro lugar nas paradas datando de 1962, Elvis via seu reinado ser cada vez mais ameaçado e só podia imaginar se seria diferente caso o disco gravado em 1963 tivesse sido lançado.

Embora estejam presentes em diversos trabalhos ao longo dos anos, a primeira vez em que todas as canções gravadas em maio de 1963 foram lançadas juntas de maneira oficial se deu somente em 1991 no CD "The Lost Album" (AKA "For the Asking") da RCA. A gravadora também aproveitou para incluir a faixa solo gravada em 12 de janeiro de 1964, "It Hurts Me", durante as sessões de remake para "Ask Me" e "Memphis Tennessee".
_________________________________________________________________________________________________________________

AS SESSÕES

Data: 26, 27 e 28 de maio de 1963; 12 de janeiro de 1964
Estúdio: RCA Studio B
Local: Nashville, Tennessee

Músicos: Elvis Presley
Guitarra: Scotty Moore, Thomas 'Grady' Martin, Harold Bradley, Jerry Kennedy
Baixo: Bob Moore, Henry Strezelki
Bateria: DJ Fontana, Murray 'Buddy' Harman, Kenneth Buttery
Piano: Floyd Cramer
Tamborim: Hoyt Hawkins
Saxofone: Homer 'Boots' Randolph
Vibrafone: Homer 'Boots' Randolph
Maracas: Homer 'Boots' Randolph
Backing Vocals: The Jordanaires, Millie Kirkham

Engenheiro de som / gravação: Steve Sholes, Bill Porter, Chet Atkins, Ron Steele


26 / 27 DE MAIO DE 1963
                                Echoes Of Love PPA4 0290-10
                                Please Don't Drag That String Around PPA4 0291-06
                                (You're The) Devil In Disguise PPA4 0292-06
                                Never Ending PPA4 0293-03
                                What Now, What Next, Where To PPA4 0294-01
                                Witchcraft PPA4 0295-03
                                Finders Keepers, Losers Weepers PPA4 0296-03
                                Love Me Tonight PPA4 0297-08

27 / 28 DE MAIO DE 1963
                                Memphis, Tennessee PPA4 0302-02
                               (It's A) Long Lonely Highway (Single Version) PPA4 0303-01
                               (It's A) Long Lonely Highway (Album Version) PPA4 0303-02
                               Ask Me PPA4 0304-02
                               Western Union PPA4 0305-04
                               Slowly But Surely PPA4 0306-05
                               Blue River SPA4 6768-02
                               Blue River SPA4 7357-SP
                               Ask Me (Alternate Master) PPA4 0304-06

12 DE JANEIRO DE 1964
                                Memphis, Tennessee (Remake) RPA4 1004-06
                                Ask Me (Remake) RPA4 1005-11
                                It Hurts Me RPA4 1006-05
_________________________________________________________________________________________________________________

LOG DAS SESSÕES



_________________________________________________________________________________________________________________

FAIXAS DO CD (RCA, 1991)

THE LOST ALBUM (CD)

1991

1. Long Lonely Highway
2. Western Union
3. Witchcraft
4. Love Me Tonight
5. What Now, What Next, Where To
6. Please Don't Drag That String Around
7. Blue River
8. Never Ending
9. Devil In Disguise
10. Finders Keepers, Losers Weepers
11. Echoes Of Love
12. Slowly But Surely
13. It Hurts Me
14. Memphis, Tennessee
15. Ask Me




_________________________________________________________________________________________________________________

VÍDEOS (FAIXAS DO CD)















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!

LEMBRE-SE: Não postaremos mensagens com qualquer tipo de ofensa e/ou palavrão.

Postagens populares