TRANSLATE THIS SITE / TRADUCIR ESTE SITIO

ATENÇÃO SEGUIDORES E VISITANTES

O site Elvis Presley Index está passando por algumas reformulações.
Durante esse processo, algumas páginas estarão indisponíveis em dados momentos.
Agradeço a compreensão desde já.

Att.,
Diego Mantese.

I'VE GOT TO FIND MY BABY!

Burbank '68 (CD - FTD, 1999)

Título:
Burbank '68
Selo:
FTD [FTD 001]
Formato:
CD
Número de faixas:
23
Duração:
51:00
Tipo de álbum:
Trilha sonora
Vinculado a:
Discografia FTD
Ano:
1999
Gravação:
25 e 29 de junho de 1968
Lançamento:
Julho de 1999
Singles:
---


Burbank '68 foi o primeiro CD lançado pela gravadora Follow That Dream (FTD), em julho de 1999. Ele trazia 23 faixas, 17 das quais eram inéditas até então, gravadas durante o ensaio de 25 de junho de 1968 e ambos os shows do dia 29 do mesmo mês e ao para o '68 Comeback Special. Este lançamento encontra-se atualmente fora do catálogo da gravadora.

Sem muita pretensão, a FTD põe no mercado o seu primeiro trabalho pensando em atrair público com as faixas inéditas que se propunha a disponibilizar. De fato, 17 das canções ouvidas no CD vinham aos ouvidos dos fãs pela primeira vez, o que era um grande atrativo por si só. Mas o que a gravadora oferecia de material era negligenciado na embalagem e nas artes internas, que não foram trabalhadas de forma a animar visualmente o comprador.

Abaixo segue resenha do material disponibilizado no CD.
_________________________________________________________________________________________________________________

- 1. Danny Boy (25/06/68): Faixa instrumental.

- 2. Baby, What You Want Me to Do #1 (25/06/68): Faixa instrumental.

- 3. Love Me (25/06/68): Versão bastante comum, com Charlie Hodge fazendo os backing vocals exatamente como visto no especial televisivo.

- 4. Tiger Man (25/06/68): Uma rendição bastante divertida, com Elvis usando a guitarra de forma bastante pesada.

- 5. Dialogue (25/06/68): Elvis e Steve Binder discutem as transições entre diálogos, histórias e músicas durante as gravações que viriam.

- 6. Lawdy Miss Clawdy (25/06/68): Uma das canções mais bem sucedidas de 1956 ganha uma roupagem nova e vibrante com a voz rouca de Elvis, que tenta emular os agudos de sua juventude com sucesso.

- 7. One Night (25/06/68): 1957 foi um ano singular na carreira de Elvis, com discos premiados e singles em primeiro lugar. "One Night" é um dos exemplos, alcançando o topo das paradas em tempo recorde. Esta versão traz Elvis economizando nos agudos.

- 8. Blue Christmas (25/06/68): O disco mais vendido daquele ano também trazia a canção mais ouvida, reproduzida aqui por Elvis em um estilo mais pessoal.

- 9. Baby, What You Want Me to Do #2 (25/06/68): Elvis canta neste segmento, mas a versão é mais lenta do que o normal e apenas para descontrair.

- 10. When My Blue Moon Turns to Gold Again (25/06/68): Uma versão curta da canção de 1956 leva à discussão sobre Elvis tentar cantar "Blue Moon of Kentucky".

- 11. Blue Moon of Kentucky (25/06/68): A versão até sai, mas Elvis reconhece que sua voz não é mais tão aguda quanto era em 1954 e que não seria uma boa ideia colocar a canção nas apresentações.

- 12. Dialogue #2 (25/06/68): Elvis e Steve Binder discutem sobre o andamento dos shows, com Elvis considerando um medley de sucessos nacionais após as canções que o impulsionaram regionalmente.

- 13. Heartbreak Hotel (29/06/68, 20h): Quatro dias depois Elvis começava a gravar seu medley em frente a uma plateia de fãs seletos no Studio 4 da NBC em Burbank. A canção começa um tanto atrapalhada, com Elvis perdendo o ritmo, mas o delivery final não deixa muito a desejar apesar de não ser perfeito.

- 14. Hound Dog (29/06/68, 20h): Elvis erra sua entrada novamente, talvez mais por nervosismo do que falta de atenção ou prática. A versão ainda assim é uma das melhores daqueles shows.

- 15. All Shook Up (29/06/68, 20h): Elvis finalmente pega o ritmo e faz uma versão limpa, sem erros ou medos. As mulheres no estúdio vão à loucura com seus movimentos pélvicos.

- 16. Can't Help Falling in Love (29/06/68, 20h): Um pouco mais lenta que a ouvida e vista no especial, a versão agrada à plateia que admira em silêncio. Elvis parece se dar bem com essa configuração.

- 17. Jailhouse Rock (29/06/68, 20h): A nova roupagem para o sucesso imortal de 1957 leva o público a acompanhar com palmas. Cada movimento de Elvis é observado com cuidado, especialmente pelas fãs.

- 18. Don't Be Cruel (29/06/68, 20h): Uma versão bastante psicodélica, deveria ter aparecido no especial mas de alguma maneira sem explicação foi deixada de fora.

- 19. Love Me Tender (29/06/68, 20h): O grande sucesso de 1956 ganha uma versão mais melódica e bastante interessante. Elvis brinca com a letra (cantando "você arruinou minha vida" ao invés de "você completou minha vida") e reclama do calor que sente tendo de usar a roupa de couro apertada sob as fortes luzes do estúdio, ao que uma fã responde "tire tudo, então" e leva todos às gargalhadas.

- 20. Blue Suede Shoes (29/06/68, 18h): A canção que abriu seu primeiro álbum pela RCA e trouxe o sucesso nacional imediato ganha sua versão sessentista com Elvis de pé no palco e tocando guitarra. O por quê de ela não ter ido para o especial se explica a partir do minuto 1:30, pois Elvis perde o passo e se desencontra com a banda.

- 21. Trouble / Guitar Man (22/06/68 - 29/06/68, 18h; Splice Take 1): Com intuito de fazer uma versão "ao vivo" do carro-chefe do programa televisivo, Elvis grava um pequeno take colocando sua voz sobre faixa gravada em estúdio sete dias antes.

- 22. If I Can Dream (Alternate Vocal Take; 23/06/68 - 30/06/68 Splice): Gravando na noite de 30 de junho de 1968, Elvis põe sua voz sobre a faixa instrumental gravada também sete dias antes. Apesar de a versão vista na TV ter saído do mesmo momento, este é um take com vocal alternativo que nunca havia chegado ao público antes.

- 23. Let Yourself Go: Versão instrumental do single de sucesso daquele ano, presente em "Live a Little Love a Little", foi usada no encerramento do programa na TV. Sua data de gravação é desconhecida.
_________________________________________________________________________________________________________________

VÍDEO (CD COMPLETO)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!

LEMBRE-SE: Não postaremos mensagens com qualquer tipo de ofensa e/ou palavrão.

Postagens populares

Creative Commons