ATENÇÃO SEGUIDORES E VISITANTES

ATENÇÃO SEGUIDORES E VISITANTES:
O ELVIS PRESLEY INDEX ESTÁ PASSANDO POR EDIÇÕES. ALGUMAS PÁGINAS PODEM NÃO ESTAR DISPONÍVEIS EM DADOS MOMENTOS. AGRADECEMOS A COMPREENSÃO.

SUSPENSÃO DAS POSTAGENS:
Por motivos de força maior, o número de postagens do site será reduzido por tempo indeterminado.

QUER SER UM ASSINANTE MENSAL? Com apenas R$ 19,90/mês, você nos ajuda a manter o site no ar!

Se você não deseja ser assinante, considere doar qualquer valor clicando no botão abaixo!

I'VE GOT TO FIND MY BABY!

Dragonheart [01/10/74] (CD - FTD, 2003)

Título:
Dragonheart
Selo:
FTD [FTD 026]
Formato:
CD
Número de faixas:
28
Duração:
68:00
Tipo de álbum:
Concerto
Vinculado a:
Discografia FTD
Ano:
1974
Gravação:
1 de outubro de 1974
Lançamento:
Julho de 2003
Singles:
---

Dragonheart é o vigésimo sexto CD da FTD. Ele contém o show completo de 1 de outubro de 1974 em South Bend, Indiana, totalmente remasterizado e outros 3 bônus de shows daquele ano.  O CD está atualmente fora de catálogo na gravadora.

Não há dúvidas de que Elvis estava passando por uma fase conturbada no início da quarta turnê nacional de 1974, que marcaria também um ano desde a oficialização de seu divórcio. A banda e o público notavam uma diferença drástica: o entusiasmo tinha deixado de existir e uma mentalidade de constante irritação havia surgido. Não á toa os shows do início daquela turnê, de 27 a 29 de setembro, ficaram conhecidos como "os piores de Elvis", sendo o do dia 27 intitulado até hoje "Desastre em College Park". Sobre a ocasião, John Wilkinson diria mais tarde: "Ele estava balbuciando, era claro que havia algo terrivelmente errado com seu corpo e mente, as palavras eram ininteligíveis." Joe Guercio complementaria: "Pensei comigo 'ele está acabado', e me lembro de ter chorado."

Felizmente Elvis se recuperou o bastante depois de um show bem menos conturbado em 29 de setembro,  em Detroit, e partiu renovado para South Bend, onde se apresentaria nos dois dias seguintes. Seu estado mental em 1 de outubro era claramente melhor do que o visto dias antes e Elvis estava mais animado, impulsionando a banda com sua voz ao invés de ser um refém indefeso dela (tal falta de defesa assustadora voltaria a acontecer em 1977). Sua marca indelével, a voz, parecia fraquejar às vezes, mas ele tratava de corrigir os pequenos erros fazendo brincadeiras vocais com as notas e, quando se sentia mais cansado, parando para conversar com a plateia e fazer algumas piadas. Nesse ponto de sua carreira, Elvis já estava terrivelmente cansado do público de apenas 2200 pessoas por show do Hilton Hotel em Las Vegas, e trabalhar para entreter  aqueles 12.301 pagantes em South Bend era um desafio mais do que bem vindo.

 Abaixo segue a resenha do conteúdo disponibilizado no CD.
_________________________________________________________________________________________________________________

- 1. See See Rider (01/10/74): Como de costume, naquela época a RCA já não gravava a abertura com "Also Sprach Zarathustra" e a fita já começa na entrada da canção. Elvis está no comando. Ronnie Tutt tenta acompanhá-lo com afobação e o cantor percebe, pedindo para que ele vá com calma. Após a canção, Elvis ainda soa seco como nas apresentações em College Park, mas está obviamente brincando. "Se me derem tempo, vou dar a volta, vou para lá, lá e até no teto, mas não comecem a gritar nomes de canções para mim... (um fã pede uma canção) ... Ei, cale a boca, cara, qual é?" A plateia soa genuinamente entretida. "Disseram 'Elvis canta com o estômago' (citando matéria de um jornal sobre a apresentação da noite anterior) ... Eles estão certos."

- 2. I Got a Woman / Amen (01/10/74): O medley introduzido no ano anterior é bem executado, embora Elvis soe trepidante às vezes. A rotina do striptease traz uma referência ao amigo Tom Jones e seu conhecido rebolado: "Viram? Tom Jones queria poder fazer assim, cara..." A finalização da canção continua, com Elvis pedindo a JD que refaça seu famoso dive bomb e brincando: "20 anos jogados fora, cara..."

- 3. Love Me (01/10/74): "Boa noite, pessoal... Boa noite, gente no círculo atrás de mim. Desculpem se fico de costas, mas tenho que me virar às vezes, tem gente por todos os lados", explica. "Esses binóculos parecem sapos...", brinca. "Quantas pessoas tem aqui? (JD responde "12.500") ... Não perguntei sua idade, JD." Antes de entrar na canção e fazer a rendição normal, com entrega de lenços e beijos, Elvis ainda tem mais uma observação ácida para o pedido de uma garota que está no balcão e quer um lenço: "Uma garota no balcão gritou 'jogue um lenço!'... Vou enrolar em uma bola de beisebol, provavelmente vou acertar uma vovozinha ... amanhã vai estar no jornal 'Elvis derruba uma velha... vovó' ... Não posso fazer isso."

- 4. Blue Suede Shoes (01/10/74): A entrega de lenços e beijos continua, com Elvis rindo e se divertindo com as reações das fãs. Uma canção um tanto rara para o período, é interpretada de forma rápida e mais entusiasmada do que a anterior.

- 5. It's Midnight (01/10/74): Nova no setlist, a canção é refrescante e Elvis soa sincero em sua interpretação, adicionando um "é meia-noite e, oh, por Deus, sinto sua falta" no final que estremece a alma.

- 6. Big Boss Man (01/10/74): A canção que havia sido introduzida ao repertório e usada como abertura em 19 de agosto daquele ano em Las Vegas é interpretada com vontade por Elvis. 

- 7. Fever (01/10/74): "Vocês são uma ótima plateia, senhoras e senhores." Presente no repertório desde o início de 1973, é o momento em que Elvis mais se solta para fazer algumas piadas e observações. "Você pegou na coisa errada, querida, e eu estou em sérios apuros", diz o cantor depois que uma fã tenta pegar um lenço enquanto ele está agachado na beira do palco.

-8. Love Me Tender (01/10/74): "Meu primeiro filme foi 'Love Me Tender' e eu queria cantar um pouquinho para vocês." Apesar de Elvis sempre se declarar cansado da canção em seus últimos anos, ele faz um bom trabalho aqui e dá uma atenção especial ao clássico. Os flashes que explodem em seu rosto o fazem cantar sarcasticamente: "ama-me com ternura / ama-me verdadeiramente / até todos ficarmos cegos" Mesmo no meio da confusão de fãs que gritam por lenços, Elvis tem tempo para criticar o baixista Duke Bardwell, com quem ele não se dava muito bem por motivos desconhecidos: "Duke, você está na nota errada.

- 9. Hound Dog (01/10/74)Depois de mostrar sua habilidade vocal, Elvis se lança em uma versão bastante rápida e pesada do clássico de 1956. Em um minuto e vinte segundos, tudo se acaba.

- 10. Heartbreak Hotel (01/10/74): "Conheço tantas canções que não posso cantar todas.... bla bla bla bla... vou acabar partindo a língua", brinca. Uma fã faz uma proposta indecente, à qual Elvis responde: "Você é muito gentil, querida, mas veja pelo meu lado..." A canção em si é interpretada da forma usual.

- 11. If You Love Me (Let Me Know) (01/10/74): Após Charlie anunciar que era hora de apresentar a banda, Elvis muda de ideia: "Não, vamos cantar 'If You Love Me, Let Me Go'." A versão é padrão da época.

- 12. Bridge Over Troubled Water (01/10/74): "Espero conseguir fazer uma boa versão de 'Bridge Over Troubled Water'." Elvis aproveita a canção para demonstrar seu poder e habilidade vocal em uma versão bastante melhor do que as ouvidas nos dias anteriores.

- 13. Introduções I (01/10/74): Entre reclamações sobre o sistema de som, Elvis apresenta o grupo Voice, The Sweet Inspirations, Jd Sumner e os Stamps, Kathy Westmoreland, James Burton (apresentado como "um dos guitarristas mais fodas do mundo"), Ronnie Tutt e Duke Bardwell.

- 14. Lawdy Miss Clawdy  (01/10/74): Continuando as apresentações, Elvis pede que Glen Hardin toque a canção gravada em 1957. A versão é bastante diferente da que nos acostumaríamos a ouvir ocasionalmente nos anos seguintes, com muita participação da orquestra.

- 15. Introduções II  (01/10/74): As apresentações da banda terminam com Charlie Hodge, John Wilkinson, Joe Guercio e sua orquestra.

- 16. All Shook Up  (01/10/74): Uma rápida rendição de outra das canções que Elvis já estava cansado de interpretar reinicia o ciclo de entrega de lenços e beijos.

- 17. Teddy Bear / Don't Be Cruel  (01/10/74): Sem novidades, o medley continua a interação com os fãs.

- 18. Let Me Be There  (01/10/74): "Senhor, aqui vamos nós!" Elvis interpreta a canção com entusiasmo, usando toda sua técnica vocal e repetindo a última estrofe para a alegria da plateia.

- 19.  It's Now or Never  (01/10/74): "Uma das minhas gravações que mais vendeu foi 'It's Now or Never'." Interpretada aqui em um tom mais ameno e ainda sem a participação de Sherril Nielsen no início (essa interação iniciaria no ano seguinte), é uma agradável mudança no repertório.

- 20. You Gave Me a Mountain (01/10/74): "This Time You Gave Me a mountain!", anuncia Elvis. Novamente usando suas técnicas vocais, Elvis rende a canção presente no repertório desde 1972 com bastante seriedade e recitando algumas partes que deixam claro como estava seu estado de espírito na época.

- 21. Johnny B. Goode (01/10/74): Um clássico interpretado desde 1969, ganha aqui um tratamento mais rock 'n' roll. É a vez de Elvis extravasar e tentar acompanhar a velocidade da rendição. Como muitos pareciam questionar o fato de Elvis estar usando gazes e band-aids nas mãos, ele resolve explicar: "Trabalhei em Las Vegas há alguns meses, estava cumprimentando as pessoas e tal, e uma garota arranhou minha mão profundamente. Na noite seguinte, alguém arranhou no mesmo lugar. Isso aconteceu em três noites consecutivas, então ficou infeccionado. Voltei para Memphis, estava fazendo aulas de caratê por um mês e havia um buraco na minha mão, vocês não acreditariam. Eu mostrei a eles, mas não vou mostrar a vocês. Então, a fita está nos dedos com anéis para evitar que eles caiam." Em seguida, Elvis começa a discorrer sobre seus anéis, terminando a explanação com a então famosa frase: "E adivinhem: Vocês pagaram por eles!"

- 22. Hawaiian Wedding Song (01/10/74): "Quantos aqui viram o filme 'Blue Hawaii'? Provavelmente, a canção mais pedida dele é 'Hawaiian Wedding Song'." Uma versão calma e que deixa claro que Elvis está ficando cansado pelas falhas em sua voz traz mais uma sessão de distribuição de beijos e lenços, além de oportunidades para fotos.

- 23 Steamroller Blues (01/10/74): Quando Elvis já se despedia, um fã grita o título da canção e o cantor atende prontamente. "Querem ouvir 'Steamroller Blues'? Maldição, vamos tocar para vocês!" Uma raridade neste período de 1974 ela é rendida com uma batida bastante puxada para o funk e com Elvis aproveitando mais uma vez para mostrar seus dotes vocais.

- 24. Can't Help Falling In Love (01/10/74): "Obrigado. Vocês são lindos! Deus os abençoe, senhoras e senhores. Vamos lá!" A canção anuncia o inevitável enquanto Elvis tem uma última oportunidade de interação com a plateia: o show acabou.

- 25. Closing Vamp (01/10/74): A fanfarra de encerramento transcorre como de costume, mas com os metais mais altos no mix.

- 26. Alright, Okay, You Win (29/09/74): Em 29 de setembro de 1974 Elvis esteve em Detroit, Michigan, para um show mais focado depois dos dois dias em College Park. Uma raridade que havia sido ouvida apenas em ensaios antes é trazida aqui. Interpretada apenas nesta ocasião, ela acabou sendo abandonada e nunca inserida na setlist das apresentações. O que ouvimos aqui é apenas parte da rendição, uma vez que a fita da mesma estava bastante comprometida.

- 27. Blue Christmas (28/09/74): As últimas duas músicas do álbum são bônus de 28 de setembro de 1974 em College ParkMichigan. Uma das grandes pistas que apontavam que Elvis estava psicologicamente perdido naqueles dias é o fato de ele começar diálogos mas não terminá-los, deixando as pessoas querendo saber o final. É o que ocorre aqui antes de o cantor resolver entrar de supetão na rendição do clássico natalino.

- 28. Trying to Get to You (28/09/74): "Filho, eu não sei cantar 'Jailhouse Rock'!", Elvis responde a um fã. "Nós nunca a ensaiamos, então...", explica. Obviamente Elvis não queria interpretá-la naquele dia, mas não estava mentindo porque a canção havia sido interpretada apenas 13 vezes entre janeiro e março daquele ano. A rendição em si é um tanto desleixada, mas Elvis ainda tenta tirar algum proveito do clássico.  
_________________________________________________________________________________________________________________

VÍDEO (CD FTD COMPLETO)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!

LEMBRE-SE: Não postaremos mensagens com qualquer tipo de ofensa e/ou palavrão.

Postagens populares