PESQUISAR NO SITE

Tupelo Welcomes Elvis Presley Home (Livro + CD - MRS, 2009)

Título:
Tupelo Welcomes Elvis Presley Home
Selo:
MRS [MRS30026956]
Formato:
Livro + CD
Número de faixas:
24
Duração:
62:00
Tipo de álbum:
Concerto
Vinculado a:
Discografia extra
Ano:
2009
Gravação:
26 de setembro de 1956
Lançamento:
2009
Singles:
---


Tupelo Welcomes Elvis Presley Home é um livro da Memphis Recording Service (MRS) que conta em detalhes tudo que ocorreu em torno da volta de Elvis Presley a sua cidade natal, Tupelo, no Mississippi, e das apresentações daquele momento. Como bônus o trabalho traz um CD com o áudio dos dois shows completos do dia 26 de setembro de 1956, além de entrevistas.

Em setembro de 1956, Elvis estava no auge do rock'n'roll e revigorado pela recente empolgação da mídia com suas aparições na TV. Ele já era a principal força motriz da juventude com "Heartbreak Hotel", "I Want You, I Need You, I Love You", "Hound Dog" e "Don't Be Cruel", todas atingindo o número 1, e "Love Me Tender" perto de fazer o mesmo com um milhão de pré-vendas. Também havia a empolgação que Elvis sentia ao voltar para sua cidade natal e se apresentar na frente de seus pais. Tupelo tinha cerca de 8.000 habitantes, mas 50.000 pessoas acompanhariam seus shows ali.

Elvis no palco em Tupelo durante show das 14:30 de 26 de setembro de 1956



Até muito recentemente, se pensava que as imagens e o som dos dois shows de 1956 em Tupelo jamais seriam lançados em conjunto, mas a MRS mudaria esse cenário com o magnífico DVD "Tupelo's Own Elvis Presley" em 2007. Apesar do empenho, a própria gravadora reconheceria depois que era preciso uma boa remasterização do áudio dos shows e um lançamento do material com novos extras. Também era preciso contar a forma fantástica com que aqueles áudios foram obtidos por um garoto de 17 anos.

Ron Brandon passara os anos do Ensino Médio em Memphis e lembrava de ter visto Elvis, Scotty e Bill quando eles apareceram na inauguração do Lamar Airways Shopping Center em 1954, embora não tenha dado nenhuma importância especial a isso na época. No início de 1956, ele se formou na Central High School e foi contratado para trabalhar na Rádio WTUP de Tupelo como engenheiro de som. Meses depois, seu chefe foi o apresentador dos concertos de Elvis na Mississippi-Alabama Fair & Dairy Show, e Ron, com 17 anos na época, estava no controle de um gravador Magnecorder.

Ele gravou entrevistas com Elvis e seus pais nos bastidores e então pediu para capturar o áudio dos shows, mas isso lhe foi negado. Mesmo assim, ele instalou o gravador embaixo do palco, colocou um microfone na frente de um alto-falante e gravou. Ele e o microfone são visíveis em várias fotos do evento, e o garoto destemido ainda improvisou um "gato" elétrico para ligar o aparelho. Quando a mãe de Elvis morreu, Ron enviou ao cantor uma cópia da fita dos shows e das entrevistas com seus pais. O Rei do Rock as guardou por anos e, após sua morte, a fita foi descoberta em seu quarto em Graceland, sendo lançada pela RCA no box "A Golden Celebration" em 1984.

Ron Brandon e seu equipamento


Se você nunca ouviu essas gravações históricas antes, elas são uma ótima amostra da emoção de Elvis se apresentando ao vivo em 1956 e na frente de uma grande multidão. A fonte da fita é, obviamente, a mesma do box "A Golden Celebration" de 1984 e, portanto, o mesmo público grita tão alto que às vezes o baixo de Bill Black e a bateria de D.J Fontana são quase inaudíveis. O áudio foi ligeiramente melhorado, mas isso é apenas devido ao processamento moderno, pois infelizmente apenas uma cópia das fitas de Ron Brandon foi encontrada.

O concerto noturno (onde infelizmente o início do show é perdido) é a verdadeira joia por ter uma qualidade de áudio muito mais nítida, além de ser uma apresentação um pouco mais selvagem. Além da adição da fabulosa "Baby, Let’s Play House", a banda é ouvida de forma muito mais clara, com o bom trabalho de guitarra de Scotty Moore e menos gritos irritantes. Elvis também adiciona "Blue Suede Shoes" ao setlist com o comentário de que a música "está ficando meio velha agora."

Elvis durante o show das 19:30


As faixas presentes no CD são:

26 DE SETEMBRO DE 1956 - 14:30
1. Heartbreak Hotel
2. Long Tall Sally
3. Introductions and Presentation
4. I Was The One
5. I Want You, I Need You, I Love You
6. Elvis talks
7. I Got a Woman
8. Don't Be Cruel
9. Ready Teddy
10. Love Me Tender
11. Hound Dog
ENTREVISTAS
12. Vernon and Gladys Presley
13. Nick Adams
14. A fan
15. Elvis
26 DE SETEMBRO DE 1956 - 19:30
16. Love Me Tender
17. I Was the One
18. I Got a Woman
19. Announcement I
20. Don't Be Cruel
21. Blue Suede Shoes
22. Announcement II
23. Baby Let's Play House
24. Hound Dog


O livro de 40 páginas que acompanha o CD apresenta fotos clássicas de ambos os shows. O design é excelente e conta com 2 páginas de fotos raras e espontâneas. Ele também inclui uma imagem fascinante de uma jovem Tammy Wynette (então com 14 anos) assistindo a apresentação de Elvis naquela tarde. Há muitas histórias sobre Tammy Wynette estar lá durante os primeiros anos de Elvis e antes de sua fama como cantora country, então esta foto é uma adição interessante. A capa em si tem um design elegante com uma sensação de tela em relevo.

O texto do historiador Roy Turner explica o passado dos Presleys em Tupelo, bem como a primeira atuação de Elvis no show de talentos de 1945. Também conta a história do grande evento de 1956 e apresenta a história completa de como Ron Brandon gravou esses concertos clássicos e como eles foram encontrados e lançados pela RCA em 1984.
_________________________________________________________________________________________________________________