Elvis Presley Index: Clambake (CD - FTD, 2006)

TRANSLATE THIS SITE / TRADUCIR ESTE SÍTIO

terça-feira, 26 de abril de 2022

Clambake (CD - FTD, 2006)

Título:
Clambake
Selo:
FTD [FTD 056] [82876 76964 2]
Formato:
CD
Número de faixas:
25
Duração:
77:00
Típo de álbum:
Trilha sonora
Vinculado a:
Discografia FTD; Clambake, 1967
Ano: 
2006
Gravação: 
21 a 23 de fevereiro / 10 e 11 de setembro de 1967
Lançamento: 
Julho de 2006
Singles:
---

Clambake foi o vigésimo quinto disco de trilha sonora de Elvis e 56º CD da FTD. O álbum contém as canções ouvidas no filme homônimo, gravadas no RCA Studio B em Nashville em 21 e 22 de fevereiro de 1967, adicionadas de quatro faixas extras registradas em setembro daquele mesmo ano no Radio Recorders em Hollywood.


No final de 1966, Elvis não mais tinha o mesmo nível de vendas ou respeito artístico que tinha durante os primeiros dez anos de sua carreira. Seu entusiasmo para mais sessões de trilha sonora de projetos que já estavam fadados ao fracasso antes de começar era quase nulo. Por isso mesmo as gravações para "Clambake", as primeiras feitas em 1967, resultaram em um fiasco total; das oito músicas gravadas, duas foram omitidas do filme, e até mesmo com "How Can You Lose What You Never Had" colocada no disco da trilha sonora, o álbum finalizado contava com apenas sete canções e menos de 20 minutos de duração, impossibilitando a criação e venda no formato LP.

O lado bom disso é que este trabalho provaria ser um ponto de virada na carreira de Elvis. Depois de muitos anos produzindo músicas esquecíveis para filmes esquecíveis, ele estava claramente fora do seu auge e todos os reinos da música popular o ignoraram totalmente enquanto estava "perdido em Hollywood". Então, Presley decidiu começar a gravar músicas escritas por compositores talentosos e uma sessão com este fim fora marcada para agosto de 1967 no Radio Recorders em Hollywood, sendo cancelada e remarcada para setembro no RCA Studio B em Nashville.

Desconsiderando o controle editorial da RCA, Elvis escolheu músicas que o atraíram pessoalmente, incluindo o hit Country de 1956 "You Don't Know Me", de Eddy Arnold, e o hit R&B de Jimmy Reed, "Big Boss Man", de 1960. Presley também quis gravar uma outra música de Jerry Reed, a qual ele tinha ouvido no rádio em Los Angeles, convidando o próprio para duplicar a parte distinta do violão em "Guitar Man". Depois da gravação, Reed recusou-se a entregar as porcentagens de publicação habituais para Freddy Bienstock, outro ataque à fórmula que existia ao longo da década. No total, cinco músicas desta sessão foram selecionadas para levar o álbum a um total de doze faixas e duração superior a 20 minutos, condição necessária pra a produção de um LP.

Incluindo este trabalho, de seus quinze álbuns desde "Pot Luck with Elvis" em 1962, apenas três não tinham sido trilhas sonoras: um (Elvis 'Golden Records Volume 3) foi uma coletânea de singles de sucesso, outro (Elvis for Everyone!) uma compilação de sobras de um período de dez anos de sessões de gravação, e o terceiro um álbum de estúdio fidedigno, o Gospel "How Great Thou Art". Mesmo com as cinco músicas recentes, incluindo um single de sucesso, "Clambake" vendeu menos de 200.000 cópias, pior do que seu antecessor, "Double Trouble", que fora seu ponto mais baixo até o momento.

Embora a FTD tivesse suas mãos em um material mais digno da qualidade de Elvis, gravado no famoso RCA Studio B de Nashville, a gravadora comete alguns erros em seu lançamento da trilha. O eco adicionado a algumas faixas, especialmente nos outtakes, deixa tudo soando mais plano, sem o sentimento de intimidade da gravação original; não se sabe por que foi decidido que se fizesse essa adição, uma vez que o eco não está presente nas fitas originais. Fora isso, a FTD ainda poderia ter dedicado mais tempo à escolha do material disponibilizado. Finalizando o trabalho, a FTD traz um livreto de 12 páginas com memorabilias, capas do disco pelo mundo, informações sobre os bastidores do filme e as sessões de gravação, além de uma das fotos mais icônicas do casamento de Elvis com Priscilla, em 1º de maio de 1967, onde ele aparece simultaneamente feliz e desiludido.

Abaixo segue resenha do trabalho.
________________________________________________________________________________________________________________

O ÁLBUM ORIGINAL

- 1-12. LP original: Masters como lançados em 1967.

MASTERS ADICIONAIS

- 13. You Don't Know Me (Movie Version): Master da versão ouvida no filme.

- 14. Clambake (Reprise, Take 4): Master da versão truncada ouvida no fim do filme.

OUTTAKES

- 15. Clambake (Take 3b): Esta é a segunda música trabalhada em 23 de fevereiro de 1967 e este é o primeiro take completo. Ele soa bastante plano, exatamente como no LP, e a voz de Elvis está muito alta no mix. O fato de o cantor fazer overdubs vocais aqui ao invés de "gravar ao vivo" explica. Ele ri no final, indicando bom humor.

- 16. How Can You Lose What You Never Had (Takes 1, 2): Elvis até que estava com um ótimo humor nessa época, pois nesta gravação do dia 21 de fevereiro de 1967 é sua risada que interrompe a música. Ele comenta rindo: "Então é assim que perdemos o take 1!" O take 2 é tão gostoso que chega a ser surpreendente o fato de não ter sido ele o Master. A guitarra e a harmonica trabalham junto ao piano para produzir um feel totalmente refrescante. 

- 17. You Don't Know Me (Movie Version, Take 3): No geral, esta é uma versão muito comovente e conduzida quase com perfeição. Elvis perde o tempo próximo ao final, no entanto.

- 18. Hey, Hey, Hey (Takes 3, 5, 6): O primeiro take completo deste overdub vocal soa muito melhor do que no filme ou no LP, mas Elvis erra a letra quase no fim. O mesmo ocorre com a tomada 5, fazendo-o rir. A sexta tentativa é um tanto boa, mas novamente parece que a voz de Elvis está muito alta no mix.

- 19. The Girl I Never Loved Takes 4, 5): O breve ensaio da finalização da música soa sensacional. Enquanto o engenheiro de som pede que Millie Kirkham fique mais próxima de seu microfone, Elvis canta uma linha de "Down in the Alley". O take 4 desmorona em segundos. A quinta tomada é maravilhosa, mas alguns estouros no microfone do cantor certamente foram decisivos para que este não fosse o Master.

- 20. Clambake (Takes 1, 5): A ordem dos takes aqui é estranha. A FTD podia ter colocado o primeiro junto ao 3b, uma vez que se trata de um curto false startmas preferiu uni-lo ao quinto. Não há novidade na tomada completa, uma vez que as trilhas sonoras tinham passado a serem formulaicas.

- 21. A House That Has Everything (Takes 4, 5, 6)Elvis e a banda procuram a melhor forma de iniciar a música no take 4, que falha rapidamente. O engenheiro de som aborta a tomada 5. Na sexta tentativa tudo anda como esperado e o feel é melhor do que o do Master, obtido no take 8.

- 22. You Don't Know Me (Movie Version - Takes 7, 10): O próximo take existente após o terceiro desanda rapidamente com Elvis percebendo seu erro. Mais duas tentativas perdidas se passam e chegamos à décima tomada, que soa magnífica. Millie Kirkham e os Jordanaires estão maravilhosos.

- 23. How Can You Lose What You Never Had (Take 3): O terceiro e último take existente além do Master (Take 6) é a próxima música a ser trabalhada. Aqui são a harmonica de Charlie McCoy e o sax de Norman Ray que brilham no início, transferindo o poder ao piano de Floyd Cramer e à guitarra de Peter Drake no final.

- 24. Hey, Hey, Hey (Takes 7, 8): Nos dois últimos takes existentes antes do Master (Take 13), Elvis tenta disfarçar o tédio de gravar músicas tão sem conteúdo. A tomada 7 desmorona na metade, quando ele erra a letra. A oitava tentativa é completa, mas podemos notar em sua voz que o cantor não está confiante.

- 25. Clambake (Reprise - Takes 1, 2, 3): Com Scotty Moore no violão, Elvis tenta gravar esta versão trucada e simples. O take 1 acaba com Elvis rindo por ter feito um trocadilho. As próximas duas tomadas são apenas de preparação e um pouco de conversa de estúdio. Sendo esta a última faixa do CD, só podemos agradecer o fato de a FTD ter preferido deixar "Who Needs Money" e "Confidence" de fora.
_________________________________________________________________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!

LEMBRE-SE: Não postaremos mensagens com qualquer tipo de ofensa e/ou palavrão.