I'VE GOT TO FIND MY BABY!

BANDA TCB

Abaixo estão listados os membros da banda de Elvis entre os anos 1954 e 1977. Somente serão citados aqueles instrumentistas e backing vocals que tenham trabalhado extensivamente com Elvis, mesmo em períodos separados ou apenas sessões de gravação.

Os membros serão adicionados gradualmente (esta observação será retirada quando a lista estiver completa).
________________________________________________________________________________________________________________

VOCALISTA

ELVIS ARON PRESLEY

Nascido em Tupelo, Mississippi, em 8 de janeiro de 1935, Elvis veio ao mundo junto de seu gêmeo natimorto Jesse Garon. Filho de Gladys Love e Vernon Elvis Presley, ele começaria sua vida adulta trabalhando como motorista de caminhão, mas logo seria descoberto pelo produtor musical Sam Phillips, do Sun Studio, por seus dotes vocais diferenciados.

Junto de Scotty Moore, Bill Black e D. J. Fontana, Elvis ajudou a criar e solidificar o Rock 'n' Roll na América do Norte e no mundo. Seu carisma, além da aparência e voz impecáveis, ganharam fãs rapidamente ao redor do globo, permanecendo assim mesmo quando se ausentou do mundo da música para servir ao Exército, entre 1958 e 1960, e quando esteve em Hollywood até 1969.

Nos anos 1970, seu retorno aos palcos e às gravações musicais renderam bilhões em vendas. Seus shows lotavam sempre, mesmo em meio a seus problemas conjugais e de saúde, pois o que ele mais sabia fazer era dar alegria a seu público. Devido ao uso abusivo de remédios controlados e a outros fatores congênitos, Elvis Aron Presley morreu em 16 de agosto de 1977, aos 42 anos.

  Para saber mais de sua história, vide Quem É Elvis Presley?


MEMBROS DA BANDA DE ELVIS PRESLEY


WYNFIELD SCOTT MOORE III (SCOTTY MOORE)

PERMANÊNCIA: 1954 - 1958 (palco e estúdio); 1960 - 1968 (estúdio)

Nascido em Gadsden, Tennessee, em 27 de dezembro de 1931, Scotty era o caçula de 14 filhos. Depois de servir ao exército entre 1948 e 1952, voltou a seu país e formou a banda Starlite Wranglers antes de ser chamado por Sam Phillips para compor o trio The Blue Moon Boys com Elvis e Bill Black. Durante alguns meses ele foi o agente de Presley, posição que deixou quando o Coronel Parker assumiu o agenciamento do grupo.

Scotty ficou conhecido por inovar com a guitarra, criando um efeito de eco e distorção o qual chamou de "slapback". Sua contribuição nas gravações de Elvis se deu majoritariamente entre 1954 e 1958, passando depois a fazer parte de cada vez menos sessões até que, em 1968, partiu para outros empreendimentos, incluindo o de produtor musical. Além de influenciar as carreiras de nomes como Keith Richards e Paul McCartney, Scotty foi guitarrista de Ricky Nelson e Roy Orbison.

Moore foi nomeado membro do Rockabilly Hall of Fame e indicado ao Rock and Roll Hall of Fame, ambos no ano 2000, e se aposentou em 2007. Scotty Moore faleceu em Nashville, Tennessee, em 28 de junho de 2016, aos 84 anos.



WILLIAM PATTON BLACK, JR. (BILL BLACK)

PERMANÊNCIA: 1954 - 1958 (palco e estúdio)

Bill Black nasceu em 17 de setembro de 1926 na cidade de Memphis, no Tennessee. Passou a infância observando o pai tocar banjo e teve suas primeiras experiências aos 16 anos, tocando canções no estilo honk tonk em bares locais. Durante a Segunda Guerra Mundial, Black conheceu Evelyn, a mulher com quem viria a se casar.

O instrumentista foi chamado para o trio por indicação de Scotty, com quem trabalhara em 1952, e por sua já conhecida técnica de "slap bass". Sua contribuição foi extensiva de 1954 a 1958. No ano seguinte formaria a própria banda, a Bill Black's Combo, que apareceu em programas consagrados como o The Ed Sullivan Show e teve grande sucesso, apesar de breve.

Em 1962, Bill abriu seu próprio estúdio no coração de Memphis. No ano seguinte, descobriu um câncer cerebral e sua saúde começou a decair. Sem ele, o Combo fez história ao abrir o primeiro show dos Beatles nos EUA, em 1964. Bill Black morreu em 21 de outubro de 1965, aos 39 anos. Elvis foi criticado por não ir ao funeral, explicando ter medo de que sua presença gerasse um "frenesi midiático".


DOMINIC JOSEPH FONTANA (D. J. FONTANA)

PERMANÊNCIA: 1954 - 1958 (palco e estúdio); 1960 - 1968 (estúdio)

Nascido em 15 de março de 1931 em Shreveport, Louisiana, foi contratado aos 23 anos de idade para ser o baterista da casa no Louisiana Hayride. Seu dinamismo ao acompanhar o trio de Elvis levou a sua contratação para integrar o grupo em outubro de 1954. Fontana se diz um "baterista de sentimento", procurando sempre acompanhar a vibração da música com simplicidade e sem tentar se sobressair.

Com Elvis, trabalhou extensivamente de 1954 a 1958 e foi baterista de estúdio de 1960 a 1968. Sua última colaboração com o Rei do Rock se deu durante a gravação do '68 Comeback Special. Assim como Scotty Moore e membros da Máfia de Memphis, fez aparições rápidas em alguns filmes de Elvis.

D.J. Fontana tornou-se desde então um ícone da bateria, o que lhe proporcionou a oportunidade de trabalhar estrelas como Paul McCartney, com quem gravou "That's All Right (Mama)" em 2002 juntamente com Scotty Moore. Fontana foi introduzido ao Rockabilly Hall of Fame e ao Rock and Roll Hall of Fame em 2009. Atualmente, aos 83 anos, apenas faz aparições especiais em eventos.

Postagens populares